Dica Técnica de Transmissão Automática

Por | 4 de outubro de 2018

Por Hélio Czerny

Transmissão Automática

Deixa de funcionar após a remoção / instalação da caixa ou do motor

Percebo que é bastante comum o reparador remover o motor ou a caixa de câmbio de veículos equipados com transmissão automática e após a instalação dos mesmos a caixa automática já não funciona mais.

Quando falamos de câmbio automático, estamos falando de um complexo sistema hidráulico e mecânico. Pois bem, para que a parte hidráulica funcione de maneira adequada, precisamos, antes de tudo, que o fluído hidráulico (ATF) seja pressurizado. Para tanto, o câmbio automático conta com uma bomba interna. Essa bomba é acionada pelo conversor de torque que, para isso, é ligado a ela por seu gargalo, por uma árvore ou por algum outro meio.

Ocorre que o reparador, ao retirar o câmbio ou o motor, acaba deixando o conversor de torque preso ao motor. Ao recolocar a transmissão ou o motor em seu lugar, também o faz com o conversor preso ao motor.

É nesse momento que acontece o problema, pois o conversor possui encaixe próprio com a bomba do câmbio. Quando montamos o conjunto com o conversor preso ao motor, não é possível fazer o correto acoplamento com a bomba da transmissão. Dessa maneira, ao apertar o motor ao câmbio, como o conversor não está encaixado corretamente à bomba, ocorre a quebra da bomba da transmissão. A partir daí nada mais acontece na transmissão devido a falta de fluido sob pressão.

O procedimento correto para a montagem é encaixar o conversor na caixa de câmbio tendo a certeza de que ele foi até o final. Além disso, é preciso ter muito cuidado para que o conversor não se desencaixe de seu alojamento durante a recolocação do motor ou da transmissão. Caso contrário teremos danos causados à bomba.


Hélio Czerny é Instrutor de câmbio automático e automatizado e proprietário da Hellis Treinamento e Desenvolvimento.

www.hellis.net.br | Facebook.com/hellistreinamentos

Whatsapp: (65) 9.8163-3021 | E-mail: helio@hellis.net.br